05/09/2012

As diquinha de moda


É, o título é conjugado errado mesmo pra ver se atinge a raspa da sociedade paulistana que fala e, consequentemente, se veste mal. Porque parece que pra ser brega tem que praticar assassinato da língua portuguesa. Mas, sendo você ignorante ou não, mas sendo brega, acho importante que você seja condizente com o nome do blog e leia – afinal, é isso que eu quero.

Primeiramente gostaria de reforçar que não sou nenhuma expert em moda, sou mera jornalista com senso de se vestir. Sim, eu já pensei em estudar moda, mas não, não ousei tal intento. Em segundo lugar, gostaria de dizer que sim, eu também sei que todo mundo já tá cansado dos tais blogs de moda e dos exagerados looks do dia.

Mas é o seguinte, a titia vai dar só umas diquinhas. Vou resumir o que todo blog de moda tenta ensinar. Coisa básica, simples, pra você NÃO cagar na roupa e não ter milhões de pessoas apedrejando o seu look do dia. Todas preparadas?

- Roupa uma vez apertada, jamais deverá ser vestida.
Seja você magra, gorda ou cheinha, roupa justa não fica bem para a maioria das pessoas e na maior parte das ocasiões. Se você tem barriguinha não use blusa justa. Se você tem quadril largo, não use calça apertada. Se você tem os dois, veste uma calça reta e uma blusa larguinha que é sucesso na night!

- Calça jeans é o item mais básico no guarda-roupa de qualquer ser.
...E ainda assim tem gente que caga o coitado do jeans. Modelo skini (aquela justinha até a canela) não se usa com tênis, lindinhas! Principalmente quando o tênis for de academia ou de fazer trilha. Mais uma coisa, jeans com elástico na cintura é brega. No geral, se a calça (ou qualquer peça) for da Planet Girl, você está absolutamente mal vestida.

- Cinto. Sinto muito, mas você pode estar ridícula.
Gracinha da titia, o diálogo é simples: a mulher brasileira tem corpo, fato. Ou nós somos larguinhas nos ombros ou no quadril. A dica é: destaque o que for menor. Se você tem uma bunda que deve ser exibida apenas no carnaval, abuse de colares, lenços, brincos gigantes, e afins. Erra muito a mulher que possui a mesma admirável bunda, e me mete um cinto na cintura. E erra mais ainda quando a mulher é barrigudinha. Mocinha, quando te der uma vontade louca de usar um cinto, usa um colarzinho, pode ser? Quem quebra essa diquinha aqui, fica parecendo um botijão de gás. #prontofalei.

- E no pé?
Simples, gata:
1. Se for pra usar salto alto, compre um alto mesmo. Afinal, se chama “alto” e não “médio”. Salto médio é pobrinho e meia-idade. Se você é jovem, benzinha, não usa um salto menor do que o 15, tá?
2. Não compre sapato barato, além de ser desconfortável, normalmente são muito feios.
3. No verão, não use, em hipótese alguma, chinelão de salto, aqueles de borracha, vendidos em loja de surfista. É absolutamente brega, pobre, horrível, nojento, lamentável, e tudo de ruim. Prefira Havaianas, todo mundo usa!
4. NÃO USE BOTA BRANCA! sem mais.

Agora, as diquinha geral:
- Não imite a roupa das modelos das revistas – elas são modelos, você não. Portanto, não vai ficar bom em você, fía;
- Sneaker (o nojo do tênis de salto) é tão brega quanto chinelão de loja de surfista;
- Bota não fica bem para moças com batata da perna grossas demais;
- Calça legging desbotada é tão feio quanto calça legging com blusa curta;
- Se marca celulite, não use;
- Na dúvida, vista um pretinho básico;
- Não ache que a calça que você usava aos 20 voltou a te servir nos 30 – favor enviar peça para o bazar da igreja;
- Claro em cima, escuro em baixo (e vice-versa). A moda do total White só pega bem para as modelos, fora isso você fica parecendo mãe de santo. E tudo preto é bom, mas cuidado pra não ficar gótico. Na dúvida, equilibre!
- Apesar de maçantes, repetitivos e chatinhos, visite blogs de moda, você pode se inspirar e ser mais elegante;
- Na dúvida, jeans e camiseta branca;
- Na dúvida extrema, compra a Revista Claudia (ou me liga, tenho noção. Beijos).