09/07/2013

É feriado em SP


Todos paulistanos comemoram a graça de não precisar ir trabalhar nos noves de julho de todos os anos. E todos os anos eu escuto “é feriado de que? – Sei lá, é feriado!!!”. Que raio de paulistanos da gema são esses que desconhecem o porquê do dia de folga?

O dia nove de julho representa a Revolução Constitucionalista de 1932. Tá, e daí? E daí que essa revolução objetivava a derrubada do Governo Provisório de Getúlio Vargas e a desejava uma nova constituição para o Brasil. E daí também que o 09/07/1932 é o dia que marca o início dessa reviravolta que São Paulo promoveu.

Uma coisa importante para todo bom paulistano saber é que a Revolução de 32 foi o primeiro grande ato contra o governo do GV e o último conflito armado do Brasil. (Opaaaa! Vale lembrar que a bala de borracha que feriu muuuuitos paulistanos recentemente é considerada “arma não-letal”, mas só a PM e o Malddad acreditam nisso. Continuando...)

Depois de 87 dias de combate sangrento em SP (terminou 04 de outubro), a revolução registrava mais e 900 mortos. Estimativas sinceras, que não contam com o jeitinho brasileiro, resultam cerca de 2200 mortos. O resultado foi a retomada de paulistas no governo do Estado e, dois anos depois, uma nova constituição foi promulgada.

Toda manhã de 09 de julho acontece o desfile cívico no Ibirapuera. Participam desse desfile: veteranos de 32 e familiares, diversas unidades da Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Civil Metropolitana, representantes das Forças Armadas e escoteiros.

Sim, escoteiros! No tempo em que eu participava ativamente do movimento escoteiro, dei uma desfiladinha. Os escoteiros tiveram participação voluntária na revolução, recolhendo doação de alimentos e curativos e distribuindo aos necessitados. Ressalto a parte da contribuição como enfermeiros. E aproveito para agradecer ao 1º Grupo Escoteiro São Paulo, que me ensinou a valorizar todo Nove de Julho.

Ah! O feriado de 09 de julho já é comemorado desde 1997.


Bom feriado! J